Dia dos Pais: presentes pra fazer em casa

Dia dos Pais: presentes pra fazer em casa

Oi, gente! Bom dia :)
Dia dos Pais está quase aí e a vontade de dar um presente diferente só aumenta com a proximidade da data. Mas o que dar?
Relógio, camisa,  perfume… parecem soluções maravilhosas, só que nem sempre temos grana, apesar dos pais merecerem todos os agrados possíveis (o meu merece!). O que não vale é chegar de mãos abanando! Investir em presentes feitos por nós mesmos é uma solução barata e muito especial. É meio como lembrar os tempos de escola, com a diferença de que agora temos mais aptidões manuais, mais coordenação, mais facilidade de combinar as cores, mais recursos e opções. Algumas filhas ainda contam com a ajuda extra dos próprios filhos. Todos colocam a mão na massa pros vovôs e papais ficarem felizes. 
Vamos ver algumas sugestões:

(imagem)
(imagem)

Um jogo de Damas é super legal, porque dá pra pai e filho brincarem juntos. São 64 casas (8×8) e 24 peças (12 claras e 12 escuras). Esta versão acima é fácil de carregar e de fazer: em um tecido, pinte os quadrados e recolha pedrinhas de cores parecidas, destas de quintal, mesmo. Se só encontrar pedras de uma mesma cor, há a opção de pintar metade com a tinta usada no tecido. Aí é esperar secar e colocar em uma embalagem bonita, que pode ser a própria capa do joguinho.

(imagem)
(imagem)

Apesar de ser bem simples, eu adoro essa ideia! Mesmo em tempos modernos, é ótimo ter um caderninho por perto. Pro seu pai nunca se esquecer de você (e dos compromisso), compre um caderno pequeno, tipo moleskine, encape-o com papel kraft, se for necessário, e faça desenhos sobre a capa, escreva uma frase bonita pra ele se sentir motivado a cada olhada… Dá pra colocar as digitais da família, uma foto… Vale tudo! Até usar as primeiras páginas pra fazer uma declaração de amor :)

(imagem)
(imagem)

Tomar um cafezinho no trabalho pode ser mais divertido com uma caneca personalizada pelos filhos. Com caneta de tinta permanente, comprada em papelaria, a atividade se torna bem fácil e divertida. É um jeito de transformar um presente que teria tudo pra ser comum em algo super original! Aqui também vale tudo: frase, desenho, apelido, recado… Ah, e colocar um mimo dentro da caneca, como chocolates ou o ingresso pra aquele jogo de futebol, também conta pontos!

(imagem)
(imagem)

Essa sugestão exige algum conhecimento com linhas e agulhas. A ideia é criar uma bolsinha pro pai carregar os apetrechos mais necessários em ocasiões que dispensam amplos bolsos nas roupas, como ir à praia ou a um casamento. Eu acho que é possível substituir o couro (é couro, né? rs) por um tecido durinho, engomado. E o dad (pai) em evidência pode ser feito com recortes de tecido, com bordado, com caneta pra tecido…

(imagem)
(imagem)

Por fim, meu preferido: um CD/pendrive com as músicas preferidas do seu pai. Gente, meu pai AMA ouvir música, principalmente quando viaja. E ele tem uma infinidade de CDs que ficam num porta-CDs gigantesco! Acho que ele adoraria encontrar numa única mídia, seja um daqueles CDs com capacidade pra trocentas músicas ou então em um pendrive, suas músicas preferidas. Ainda dá pra fazer uma capinha bonita, tipo “Pro melhor pai do mundo, as melhores músicas do mundo”. E quem tem coragem de gravar uma declaração, cantar alguma música especial pro pai, algo assim? Eu não! hahaha Morreria de vergonha, mas acho fofo!
Enfim, estas foram as dicas pra que esse Dia dos Pais saia da rotina. Infelizmente, estarei longe do meu pai (ou felizmente, porque assim tenho mais tempo pra pensar no presente, né? haha), mas desejo a todos os papais muitos abraços e beijos sinceros, porque no fim é isso que vale!

Sexta eu tô de volta! Até lá,
Mariana

Acompanhe: Facebook | Pinterest | Twitter | Instagram

Anúncios
Truques de decoração: reaproveite objetos

Truques de decoração: reaproveite objetos

Oi, gente! Como foi o final de semana por aí?
Em tempos gelados, como tem estado o clima aqui em Curitiba, a gente quer mais é saber de ficar em casa (pelo menos eu!). E, quando eu fico muito tempo em casa, começo a encontrar coisa pra fazer e mexer, sabe? Já dei algumas dicas e ensinei alguns truques em posts passados, mas nunca acaba, né?
Bom, quem gosta de cuidar da casa, mesmo sem ter muita grana pra isso, precisa se virar como dá, com o que tem. Foi assim que tive essas duas ideias que mostro a você agora.

caixa_talheres

Esta caixa é de um jogo de talheres que ganhei. Depois de tirar os talheres e colocá-los na gaveta, fiquei com a caixa guardada no armário, ocupando espaço e sem utilidade. Mas eu precisava do espaço livre no armário, então dei um jeito de tirar a caixa de lá e ela foi parar no chão, ao lado do sofá, com revistas, luminária, velas e garrafas. Penso em, mais pra frente, colocar pés palito nela, pra que fique mais alta (assim as tomadas do fundo não ficarão tão evidentes). Mas, por enquanto, é assim.

cesta

Também na sala, arrumei uma nova função a este cesto de lixo velhinho. Ele ficava no escritório, mas me cansei dele lá, então o promovi a revisteiro na sala de TV. Deixo nele livros e revistas que estou lendo ou usando pra trabalhar no momento. Ficou divertido, apesar de bem simples, e tem se mostrado muito útil, pois assim não deixo mais meus materiais espalhados pela mesa de jantar (que é o meu home office, apesar de eu ter escritório em casa).
Minha sala ficou com uma cara renovada sem que eu precisasse gastar nada, só um tempo pensando. Acho muito válido apostar em uma decoração mais descompromissada, que te deixe à vontade pra usar o que você já tem em casa e gosta. Assim você consegue manter o clima de “lar doce lar” sem fazer aquela correria pelas lojas de decoração. A maior arma que temos a nosso favor ainda é a criatividade. E os resultados são aperfeiçoados com o tempo. Nem sempre dá certo, mas é preciso continuar tentando. Uma hora, chegamos lá, não é?
Se quiser conferir outros truques que funcionaram comigo, indico dois posts: Dicas e Truques e Dicas e Truques 2.

Até a próxima,
@marianagatzk

curta a fan page do Minha Casa, Minha Lida!