6 maneiras de economizar água nas tarefas de casa

6 maneiras de economizar água nas tarefas de casa

A gente já decorou: não tome banho demorado; não lave o carro com a mangueira; não deixe a torneira aberta enquanto escova os dentes. Tá faltando água, gente. É só ligar a TV pra saber (em algumas casas você nem precisa ligar a TV, é só abrir a torneira: não sai nada. Acabou. Zefiní).
E daí que veio a ideia desse post, sugerida pela minha mãe: 6 maneiras de economizar água nas tarefas de casa. São dicas que você pode colocar em prática já (antes que seja tarde) e pode mantê-las mesmo quando a situação se normalizar (eu a mais positiva acreditando que vai normalizar).

(imagem)
(imagem)
  1. deixe as verduras de molho: funciona principalmente com verduras folhosas, que demoramos mais pra limpar. Coloque as que você vai usar em um recipiente espaçoso o suficiente pra acomodar tudo. Cubra as folhas com água e adicione 1 colher de água sanitária. Deixe por 5 minutos, retire os vegetais e mude-os pra outra vasilha, só com água, pra enxaguá-los.
  2. deixe a louça de molho: coloque sobre a pia ou dentro da cuba uma bacia ou pote plástico meio grande com água até a metade e umas gotas de detergente. Use esse recipiente pra deixar a louça de molho antes de lavá-la, assim a sujeira sai mais facilmente e você ainda pode usar a água da própria bacia pra molhar a buchinha, sem ter que ficar abrindo a torneira. Dica extra: antes de colocar a louça no pote tire os restos de alimento que ficaram nela com um guardanapo. A gente faz isso no Provence e funciona superbem!
  3. reaproveite a água da máquina de lavar: a primeira lavagem é a que libera mais sabão e espuma. Use essa água pra limpar o quintal e lavar o carro. As últimas lavagens soltam uma água mais limpa, a do enxague das roupas. Essa pode ser usada pra limpar a casa, o piso, lavar o box, essas coisas. Quem mora em casa ainda pode deixar baldes no quintal pra captar água da chuva (só tome cuidado com o mosquito da Dengue, hein!).
  4. vassoura, rodo e panos: lavar o quintal e a calçada com mangueira é luxo. E você pode fazer a tarefa usando a vassoura, o rodo e panos de limpeza (na casa da minha mãe fazemos assim e funciona. E olha que temos 2 cachorros que vivem no quintal!). Se tiver sujeira como folhas caídas, cocozinho de cachorro ou outros lixos, use uma vassoura e uma pá pra pegar. Use o balde com água da máquina pra molhar um ponto ou outro, em casos mais necessários. Se o espaço for com piso, cerâmica, azulejo, sei lá mais o quê, você pode usar o rodo e um pano úmido pra tirar a sujeira mais grossa. Depois é espirrar um produto de limpeza que desinfete e perfume e passar mais um pano umedecido. Fica limpo e cheirosinho.
  5. máquinas de roupa e de louça: elas consomem bastante água, mas podem consumir menos se usadas corretamente. Em vez de colocar 5 peças de roupa pra bater na máquina, espere pra lavá-las quando juntar mais. O mesmo vale pra lavadoura de louças: lave os utensílios quando a “carga” estiver completa. Fazendo desse jeito você gasta ainda menos água do que se fosse lavar tudo à mão.
  6. consuma com inteligência: essa é uma maneira indireta de economizar água, mas que também deve ser considerada. Prefira frutas e verduras da época; elas precisam de menos agrotóxicos e de menos irrigação pra ficarem bonitas, já que são naturais daquele clima. Isso estimula o mercado e o produtor (ou pelo menos deveria estimular) – por isso que é um meio indireto: leva tempo pra aparecer o resultado.
(imagem)
(imagem)

Não estou sugerindo estas mudanças de hábito pensando que PODE SER que UM DIA a gente fique sem água. Não é UM DIA. É HOJE. É AGORA. Nesse momento, milhares de casas pelo Brasil não têm água no cano. E não é porque sua água não tem nada a ver com o Sistema Cantareira que você deve deixar a torneira aberta sem preocupação. Vamos cuidar dos nossos recursos, gente, porque assim cuidamos também do nosso presente, do nosso futuro e do nosso bolso.

Compartilhe esse post com os amigos, divida com os outros estas 6 maneiras de economizar água nas tarefas de casa.

Se você tem outras dicas, deixe nos comentários que eu atualizo o post. Quanto mais meios tivermos pra fazer isso, melhor será.

Mariana

Acompanhe o MCML: Facebook | Pinterest | Instagram

Organize {1}: vamos começar?

Organize {1}: vamos começar?

Oi, gente!

Cá estou eu nessa noite de sexta-feira 13, em plena véspera de valentine’s day (e sem meu “valentine” por perto), após tomar umas taças de vinho, curtindo Jorge & Mateus #cadaumcomasuamarchinha (ah, o lado negro… por que fui inventar de falar mais sobre mim, mesmo?).
Como conversamos no post passado, daqui pra frente vamos falar bastante sobre ORGANIZAÇÃO aqui no MCML. Decoração e receitas também estão na pauta, mas são temas que entrarão pra descontrair, pra nos inspirar, tipo matéria optativa, sabe? Enquanto que a organização vai ser matéria obrigatória – e eu quero ver todo mundo trabalhando comigo. Sem desculpas!

organização casa (1)

Antes de começarmos, quero saber de você: pensei em dividirmos os posts por espaços da casa (hall de entrada, cozinha, sala, closet, banheiro, quarto, home office…). O que você acha? Deixe sua sugestão nos comentários. E também diga por qual espaço você acha melhor começarmos.

Se você procurar por aí vai encontrar mil regras sobre a organização da casa. E talvez você ache um pouco estranho eu dizer que pra mim elas não funcionam. Sabe por quê? Eu não acredito em nada que é generalizado. O que funciona pra mim pode não funcionar pra você. E é por isso que a organização se faz a cada dia, de acordo com os moradores e frequentadores da casa. É questão de adaptação.
Vou citar um exemplo que a Tati Godoy deu no curso de Personal Organizer que fiz: é preferível que se guarde os sapatos na parte de baixo do armário pra evitar que eles soltem sujeiras sobre as roupas. Certo? Sim, parece até óbvio pensando por esse lado. Mas acontece que nem todo armário é igual e que nem todas as pessoas podem ficar se abaixando cada vez que vão pegar um calçado (quem sofre de dores nas costas, pessoas mais idosas, com problemas de tontura…).
É um exemplo básico pra mostrar como nem sempre as regras funcionam. Em 100% dos casos é fundamental adaptar as “regras” à sua realidade. E essa é a parte mais difícil (e a que eu mais gosto. <3). Portanto, antes de eu dizer qualquer coisa sobre o que você deve fazer, temos que considerar a sua vida, a sua realidade.
Pra isso, leia as considerações abaixo, pense aí na sua casa, escreva num papel as suas expectativas diante delas, depois pense de novo e veja se o que você escreveu é verdadeiro:

  1. Você mora com quem? Se sozinha, OK, é você quem manda. Se você divide o teto, aí vai a consideração nº 2:
  2. As pessoas que moram com você estão cientes da sua vontade de mudar as coisas? O que elas acham disso? Elas estão dispostas a colaborar e a participar da organização? Porque, gente, ninguém faz nada sozinho. Se você decidir que vai por ordem na casa e a outra pessoa não fizer nada ou ~pior~ te atrapalhar, você vai esquentar a cabeça, se irritar e sabe Deus onde isso chegará. Então converse com o pessoal e explique a importância que isso tem pra você e o quanto isso será útil pra eles (afinal, não se trata de uma atitude egoísta, certo?).
  3. Você vai ter que se desapegar de MUITA coisa. MUITA! Você vai dar adeus àquelas coisas sem sentido que só ocupam espaço no armário, que acumulam energia, que te impedem de seguir em frente. Na hora de se desligar vai ser difícil, mas depois vai valer tanto a pena que você vai se perguntar porque não fez isso antes. Acredite!
  4. Última coisa importantíssima da nossa lista de preparação: faça uma playlist bem bacana, carregue o celular, coloque-o no modo avião e separe os fones de ouvido. Arrumar a casa consome energia e você precisa estar concentrada (ou seja, esquece o barulho de fora, a conversa alheia, as ligações e o Whatsapp. FOCO!). Ah, e também já deixe separada a garrafinha d’água pra você não vir com a desculpa de que vai só ali se hidratar e já volta, viu?

Organizar dá trabalho, exige tempo e uma disciplina gigante. Você tá disposta? Vamos lá, eu acredito em você! Confie você também. VAI DAR CERTO!!! Nós vamos fazer juntas e você vai ter todo o incentivo pra seguir em frente. Vai ter rinite, é claro, dores nas costas, vai suar, mas quem não quer suar? Emagrece! Além de deixar a sua vida mais leve também. Além disso [2] você vai encontrar solução bacanérrimas pra sua casa, tipo essa:

organização casa (2)

Vale a pena! Te garanto!

E é assim que a gente começa o nosso intensivo de organização da casa. O post de hoje pode parecer um pouco assustador, mas não tem nada disso. É que organizar é uma decisão consciente. É diferente de arrumar o armário, de voltar do mercado e guardar a compra, de colocar os livros em ordem alfabética de acordo com o sobrenome do autor. Mas vai dar certo! Com o tempo você pega o jeito e vai acabar se divertindo muito. Quem sabe até não rola um bazar com as peças do desapego? Ia ser bacana. Podemos criar um grupo no Facebook e trocar as peças. :D

Espero não ter te assustado nem te desanimado. E pra provar que eu sou bem boazinha, já vou dar um feriadão de folga. Ó que bacana! haha Curta bastante o carnaval, que semana que vem começa o pega! (espia lá no Instagram como tá animado o meu carnaval. #sqn).

ah, e só pra constar: Jorge & Mateus deu espaço a Imagine Dragons. Viva o modo aleatório!

Até a próxima! Com muito ânimo e alegria por receber você aqui. :)
Mariana

Acompanhe: Facebook | Pinterest | Instagram