Dicas da arquiteta: e as casas contêineres?

Dicas da arquiteta: e as casas contêineres?

A Jéssica está de volta! \o/ Adoro quando ela participa por aqui, porque fica sendo um ponto de vista profissional e não apenas o meu, de amadora rs! E incrível como todos os posts dela são sucesso rs! O dos caixotes de feira e o da reutilização de potes de vidro estão sempre entre os mais visitados do blog.
A coluna dela deste mês foi feita por um pedido meu. Já tem tempo que tenho visto em outros blogs a tal da casa contêiner, mas eu tinha tantas dúvidas que não quis tocar no assunto sem antes ter certeza de cada detalhe. Então recorri à Jéssica. Ou seja, vamos tirar nossas dúvidas juntas!
Ah, e se você também tiver alguma pergunta ou sugestão de tema, escreva nos comentários ou mande pro email gatzkmariana@gmail.com! Não passe vontade, hein ;)
Agora, é a vez da Jéssica. Vamos lá?

Este mês o texto foi pedido pela Mariana. Vamos sair um pouco das dicas do interior das nossas casas e falar sobre um novo estilo que está super em alta: as casas em contêineres, uma nova maneira de construir residências. 
Claro que nem todos gostam, mas é muito interessante! Fui conhecer um pouco mais sobre o assunto e vou contar os principais pontos positivos e negativos pra você.
As casas contêineres estão sendo usadas tem algum tempo, embora não as encontremos com facilidade. Mas cada vez mais os arquitetos se aventuram em projetos super legais! Vou mostrar alguns.
Tempo é dinheiro: hoje, para se construir uma casa “normal”, de alvenaria, se gasta muito, muito dinheiro mesmo. Por outro lado, o custo é bem mais baixo com os contêineres, além do tempo de construção ser bem menor: é possível construir uma casa em até 30 dias. Super rápido!
Facilidade de compra: é fácil comprar um contêiner? Sim! Eles estão à venda nos portos brasileiros, mas apenas após no mínimo sete anos de uso. 
Transporte da peça: é fácil de transportá-lo? Sim! É cobrado um frente e ele irá até onde você deseja. O mais legal é que depois de pronto, como casa, ele também pode mudar de local! Claro que é necessário ter certos cuidados, fechar totalmente, ter cuidado com a parte hidráulica e elétrica, que terá que ser “adaptada” ao novo local… 
Questão de local: como o contêiner é uma caixa, possui somente ângulos retos. Então, o terreno tem que ser adaptado ou o contêiner adaptado ao terreno, o que não é nada difícil.
Adaptação pra se tornar uma casa: o contêiner recebe aberturas para a entrada de luz, revestimento no chão e geralmente se usa drywall como paredes internas, que é uma separação fina e fácil de mover. Também deve ser construída toda a parte hidráulica e elétrica, o que, pode-se dizer, é uma das etapas mais complicadas.
Quente ou frio: um dos pontos negativos é que tem que se cuidar muito na questão do conforto térmico. O arquiteto tem que cuidar muito para deixar a casa aconchegante, fazendo aberturas estratégicas.

(imagem)
(imagem)
(imagem)
(imagem)
(imagem)
(imagem)

Este projeto fica na Costa Rica e é do arquiteto Gabriel Garcia Saxe. Nas imagens podemos ver como é a casa: o alaranjado, que é a estrutura, as aberturas em vidro, tanto nas laterais quanto na parte de cima, fazendo com que  os ambientes tenham ventilação cruzada… No interior, vemos o perfeito revestimento no chão e as divisórias… tudo muito bem feito! Lindo como em uma casa de outro material!

d4
(imagem)
d5
(imagem)

Esta casa é assinada por Danilo Corbas. Ela se localiza em Curitiba. É a primeira casa de alto padrão na capital paranaense. Foi construída em cinco meses, tendo ao todo seis contêineres e 240 m². Ela é um pouco diferente, pois pouco aparece a estrutura. Por dentro foi tudo revestido, deixando mais sofisticado.
Além de casas, é possível fazer outros projetos com os contêineres:

D6
(imagem)

Quiosque Café IIIy.

d7
(imagem)

Loja Puma – escritório Lot-Ek.
Sustentabilidade: deixei o melhor ponto positivo desse tipo de construção pro final: ele é sustentável! Olha que bacana! Viu como é possível ter uma casa sustentável e bonita?
Espero que tenha gostado! Se quiser saber ainda mais sobre assunto, tem muita coisa boa na internet e muitos outros bons projetos.

Beijo e até a próxima,
Jéssica Veloso

curta a fan page do Minha Casa, Minha Lida!

Anúncios

2 comentários sobre “Dicas da arquiteta: e as casas contêineres?

  1. Oi Mariana/Jéssica

    Já vi alguns projetos com uso doe contêineres e acho bem interessante.
    A minha preocupação é a citada pela Jéssica, conforto térmico e vou falar acústico também.
    Nada que estudos e bons projetos não resolvam!
    Linda a seleção.
    bjs

    Curtir

Gostou? Me conta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s