Nutricionista fala sobre a dieta detox

Nutricionista fala sobre a dieta detox

A dieta detox está na moda e promete milagres. Mas não vá pensando que você é capaz de segui-la por sua conta e risco. A nutricionista Letícia Castilho preparou uma aula sobre o tema e a apresenta, agora, com exclusividade para as leitoras do Minha Casa, Minha Lida.
Boa leitura!

Agora é a hora do desespero. Isto é fato! Tenho certeza que muita gente aí deixou a dieta de lado lá no Natal e agora que finalmente o “ano começa”, depois de muita bebida e comida em exagero durante a semana do carnaval, apela para todas as dietas possíveis e imagináveis para eliminar os quilinhos ganhos nesta época. E quem nunca pensou em fazer uma dieta desintoxicante para dar uma ajudinha e não ganhar aquela bronca da nutri no retorno “pós carnaval”? Mas, afinal, o que seria esta dieta? Ela realmente funciona?
A Nutrição Funcional preconiza a dieta de desintoxicação (ou também conhecida como detox ou detoxificação) como uma dieta que pode sim trazer inúmeros benefícios para o organismo, porém não deve ser feita sem orientação de um profissional especializado. Ela deve ser realizada somente após uma anamnese nutricional detalhada, com histórico de saúde e doença, avaliação do consumo alimentar, avaliação antropométrica e avaliação de todos os sinais e sintomas apresentados pelo indivíduo. Através de todas essas ferramentas será avaliada a necessidade ou não de aplicação da dieta e será feita uma identificação dos alimentos que devem ser retirados. Sendo assim, a detox não é feita apenas para eliminar os exageros alimentares. Ela deve ser realizada quando identificado que o paciente apresenta um acúmulo de toxinas nos organismo que pode estar prejudicando sua saúde e dificultando a eliminação de peso.
A detoxificação nada mais é do que um processo onde as substâncias tóxicas presentes no organismo têm suas propriedades maléficas reduzidas e são eliminadas, reduzindo os impactos negativos. O que muita gente não sabe é que o principal órgão responsável por tal processo é o fígado. Sim! Você que abusa do uso de medicamentos sem prescrição médica e consome álcool, gordura e açúcar em excesso, além de outras atitudes, acaba comprometendo todo este processo. Outro órgão que também tem grande participação neste processo é o intestino. Então mais uma vez reforço a importância do funcionamento e da saúde intestinal.
A detox tem o objetivo de retirar da alimentação diária os principais alimentos que podem estar prejudicando a saúde do indivíduo, e também excluir temporariamente outros alimentos que são consumidos com muita frequência, como carne vermelha, açúcares, laticínios, alimentos industrializados ricos em aditivos químicos, incluindo alimentos enlatados, embutidos e refinados, além de refrigerantes e sucos artificiais. Em contrapartida, diversos outros alimentos são incluídos, como o arroz integral, sucos naturais, muitas frutas, saladas variadas cruas, legumes cozidos, diferentes tipos de leguminosas, ovo, entre outros. Essa inclusão é de extrema importância porque o processo de desintoxicação adequado é dependente de diversos nutrientes, que devem ser obtidos por meio de uma alimentação nutricionalmente completa. Em alguns casos a suplementação nutricional pode ser necessária. E a ingestão de líquidos também deve ser adequada.
Ao contrário do que muita gente imaginava, a dieta de detox é muito mais complexa do que se pensa. Ela requer um acompanhamento rigoroso do profissional nutricionista que determinará o tempo de duração da dieta e orientará a reintrodução gradual dos alimentos retirados, acompanhando, desta forma, a melhora do paciente.
Sendo assim, não dá para dizer que o fato de você não estar tomando refrigerantes, não estar comendo frituras ou estar evitando doces quer dizer que você esteja fazendo uma dieta desintoxicante. Procure sempre se informar com profissionais de confiança para que você não perca tempo e saúde!

Letícia Castilho
Nutricionista
CRN 8 7260

curta a fan page do Minha Casa, Minha Lida!

Anúncios

4 comentários sobre “Nutricionista fala sobre a dieta detox

  1. Oi, Mariana, o acompanhamento profissional, sem dúvida, faz muita diferença. Já testei com minha filha e o resultado foi surpreendente. Nunca fui adepta a dietas por conta própria, o máximo que fiz e faço até hoje é a substituição de alguns itens: refrigerantes por sucos naturais, bolachas recheadas por opções sem recheio ou integrais, congelados industriais por comidinha caseira. E, claro, a gente só consome aquilo que está disponível em casa, então muitas coisas simplesmente não compro ou, se compro, trago em quantidade pequena. Acabou, já era, e ninguém passa vontade. Beijo, Helka

    Curtir

  2. Oi Mariana!
    Eu nunca fiz dietas, mas em breve com a alimentação tão saudável ultimamente, acho que terei…
    Não me imagino fazendo nada sem acompanhamento médico, milagres não existem…
    Tenho amigas que emagrecem e ganham de presente anemia!
    De vez em quando elimino algumas coisas que não estão contribuindo com nada, mas para emagrecer…atividade física e nutricionista com certeza.
    bjs

    Curtir

    1. É verdade, Maria. Se a gente não cuida, vira doença. Eu tenho uma leve barriguinha (hahaha), mas sou muito alta, então ela não aparece. Mesmo assim, não sou louca de fazer regimes exagerados. Vez ou outra, diminuo a ingestão de porcarias e é só. Agora, na quaresma, tô sem comer chocolate, carne vermelha e refri. Acho que só tô engordando haha!
      Um beijo.

      Curtir

Gostou? Me conta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s