Comer bem

Comer bem

Sempre falo sobre a minha amiga Letícia Castilho, que é nutricionista, porque realmente ela me faz pensar bastante nas coisas que faço durante o dia, referente à alimentação.

Dias atrás, ela postou no Facebook que não basta comer uma fruta no intervalo das refeições, porque ainda é pouco. É preciso complementar com um punhadinho de mix de oleaginosas (castanhas, amêndoas, etc). Eu não sabia disso. Achava que ao comer uma frutinha já estava louca de saudável! Mas a gente não sabe das coisas, né? Como dizem minha avó e minha mãe: a pessoa estuda trocentos anos para ser especialista em algo e aí vem a gente, que acha que sabe tudo porque tem acesso à internet, e inventa nossa própria linha de vida. Tá errado isso aí, né!

Então, seguindo as recomendações de quem entende do assunto, fui ao Mercado Municipal (que eu ainda não conhecia #mejulgue) e comprei 800g do mix de oleaginosas. Na banquinha que comprei, 100g custam R$ 2,39. Não tenho a menor ideia se isso é caro ou barato, mas, comparado com o preço das demais banquinhas, estava na média.

Minha dica é: não seja uma louca impulsiva como eu e pense um pouco melhor antes de pedir a quantidade que você acha correta. Minha ideia era a de comprar 1kg de oleaginosas e dividir em 10 saquinhos (5 para mim e 5 para o Wesley), para comer 100g por dia durante a semana. Mas, acredite, 100g é muito! 50g seriam mais do suficientes. Então, quando o cara chegou no 8º saquinho, pedi para parar e fechei a compra com aquilo, mesmo.

De pertinho, assim, dá para ver bem que o mix tem bastante variedade, mesmo.

Mas vamos a quem sabe do assunto. A Letícia fez um alerta que acho legal destacar: a castanha-do-pará deve ser consumida com moderação – no máximo duas unidades por dia.

Uma coisa legal é que você pode montar seu próprio mix, caso não queira comprar o preparado nas banquinhas. Se escolher fazer isso, a dica da nutricionista é que fica mais fácil contar as unidades das oleaginosas do que comprar pelo peso. “Pode ser 2 unidades de castanha-do-pará (não mais que isso) + 2 unidades de castanha de caju + 5 unidades de avelã + 5 unidades de amêndoas + 2 unidades de nozes”, ela ensina.

ATENÇÃO! “O consumo de oleaginosas é restrito para quem tem herpes. A oleaginosa tem um aminoácido que ajuda na replicação do vírus da herpes. Então, quem sofre com isso pode ter um aumento na incidência das crises”, alerta a Letícia.

Anotou tudo por aí? Eu tenho seguido as recomendações e tenho me sentido superbem, satisfeita a cada lanchinho de intervalo. E acho que tenho comido a quantidade certa, porque o Wesley até me disse que emagreci :) eee!

Anúncios

2 comentários sobre “Comer bem

Gostou? Me conta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s